Ivory

Carregando...

Ivory IT

Blog

  • Home »
  • Blog »
  • Outsourcing de TI: o que é, porque fazer e 4 vantagens

Outsourcing de TI: o que é, porque fazer e 4 vantagens

Recursos Humanos - por Fernanda Pinheiro

outsourcing de TI prática ferramenta opção negócios

Com pressões cada vez maiores para reduzir custos operacionais, o outsourcing de TI surge como uma possível solução. Descubra o que é outsourcing de TI, quais suas vantagens, porque e quando fazer!

Em tempos de instabilidade econômica e retração nos mercados, é natural que muitos gestores apostem em soluções para reduzir os custos operacionais e aperfeiçoar os processos de produção nas empresas. Dentro do rol de medidas possíveis para equilibrar as receitas com as despesas encontramos o outsourcing de TI, um serviço que cresce a cada dia.

Então, se sua empresa necessita ou faz uso de serviços de TI, e está procurando maneiras de economizar dinheiro, este texto é para você!

Continue com a gente para descobrir o que é, quando fazer e quais as vantagens do outsourcing de TI.

O que é Outsourcing de TI?

Em tradução livre do inglês, a palavra “outsourcing” significa “fonte externa”, e refere-se ao uso, por uma organização, de profissionais e serviços de empresas terceirizadas.

Ou seja, no caso do outsourcing de TI, os serviços a serem terceirizados estão relacionados à área da tecnologia da informação.

Essa terceirização flexibiliza os negócios, possibilitando a realização de demandas pontuais, prestadas por outras empresas, sem o estabelecimento de um vínculo fixo, formal e empregatício.

Por que fazer o Outsourcing de TI?

Então, reforçando o que já dissemos anteriormente, um dos maiores motivos para contratar empresas de outsourcing de TI é reduzir seus custos operacionais.

Isso porque ter uma boa equipe e manter uma boa infraestrutura de TI, principalmente considerando a remuneração média nas carreiras, pode ser bastante custoso.

Existe ainda uma outra razão se fazer o outsourcing: quando a gestão de TI precisa lidar com diversas atividades secundárias, o que é comum em times menores, sua empresa acaba perdendo força competitiva.

Por isso, se ter alta performance é essencial para seu ramo de atuação, vale a pena reconsiderar antes de sobrecarregar seu time de TI.

Quando vale à pena fazer outsourcing?

Vamos supor, por exemplo, que sua organização reconheceu que precisa desenvolver um sistema interno, em até 3 meses, e você não possui profissionais com experiência prévia nessa demanda. O que fazer?

Para responder essa pergunta, existem três possíveis soluções: capacitar os seus funcionários, contratar novos profissionais ou fazer o outsourcing de TI.

Começando pela primeira opção. À princípio, essa parece ser uma boa solução, ainda mais considerando os benefícios de investir em seus próprios colaboradores.

Contudo, tendo em vista o prazo de apenas 3 meses do projeto, e o fato de que essa é uma demanda interna, não faz tanto sentido utilizar um funcionário da empresa para esse serviço.

Pois, além de ter que arcar com os custos da capacitação dele, o funcionário precisa adquirir novos conhecimentos e desenvolver o sistema enquanto lida com todas as suas outras atividades e responsabilidades.

Ou seja, finalizado o prazo, são grandes as chances do projeto acabar mal feito e as outras demandas serem também impactadas.

Vamos então à segunda opção, que é contratar novos profissionais. Essa pode ser uma boa resposta, contanto que, passados os 3 meses do projeto, exista realmente uma demanda interna por um novo profissional de TI.

Entretanto, se esse não for seu caso, melhor mesmo é fazer o outsourcing de TI, principalmente considerando o custo de contratar um funcionário no Brasil.

Ademais, essa solução não se restringe apenas às médias e grandes empresas. Afinal, uma empresa de pequeno porte nem sempre tem capital suficiente para investir em um setor de TI completo e com profissionais altamente qualificados.

Por que investir em tecnologia da informação?

Investir em tecnologia da informação é essencial para aumentar a produtividade e aperfeiçoar o desempenho da sua empresa.

Existem diversos motivos para fazer esse investimento, seja melhorar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, ou reduzir o uso de recursos operacionais, como horas de trabalho dos funcionários, entre outros benefícios.

Ademais, com o passar do tempo, tornou-se cada vez mais importante fazer uso desses ganhos de performance que os investimentos em TI possibilitam.

Na década de 1990, e até o início dos anos 2000, os departamentos internos de TI possuíam desafios mais simples em relação às demandas das empresas. Nessa época, o suporte técnico era de baixa complexidade, e o desenvolvimento de softwares exigia pequena capacidade de integração.

Mas em função da expansão tecnológica, vivemos uma crescente complexidade nos processos internos de uma organização. Hoje, há necessidade plena e crescente de integrar processos e tornar as empresas mais dinâmicas e eficientes.

Por isso, se antigamente já enfrentávamos problemas com softwares desatualizados, controle e segurança de informação, e manutenção de equipamentos, hoje essas questões só se tornaram ainda mais proeminentes e importantes.

Quais são as vantagens do Outsourcing de TI?

1. Economizar tempo

Empresas que oferecem outsourcing de TI possuem uma extensa reserva de profissionais, cada qual com seu próprio perfil e jeito de trabalhar. Por isso, é grande a probabilidade de encontrar, em pouco tempo, o profissional que seu negócio precisa.

Entrevista, treinamento e recursos trabalhistas também fazem parte da rotina de um especialista em Outsourcing, o que acaba agilizando bastante os processos. E não se esqueça: tempo é dinheiro.

2. Controlar seu volume de negócios

Se sua empresa sofre com flutuações na demanda por parte dos consumidores, seja por sazonalidade, aumento ou redução de consumo, então você já conhece na pele a importância de ter controle sobre o seu fluxo de negócios.

Além de ter que administrar recursos para honrar seus compromissos nos períodos de baixa, é preciso também gerenciar o volume de demandas.

Por exemplo, se surgirem novas demandas e a carga horária da sua equipe já estiver sobrecarregada, você precisará realizar novas contratações. E se o prazo for curto demais, é possível que não tenha tempo suficiente para concluir seu processo seletivo.

Então, ao fazer o outsourcing e terceirizar o seu trabalho de TI, você ganha flexibilidade, conseguindo contornar esses possíveis problemas relacionados ao volume de demandas.

Ainda, você não gera vínculos empregatícios onerosos e que custarão caro para sua empresa, principalmente naqueles momentos de “vacas magras” do seu campo de atividade.

3. Garantir expertise

Todo setor tem aquele funcionário “faz tudo”, não é verdade? Mas já parou para pensar que o “cargo” de faz tudo pode ser muito estressante para qualquer um?

Aliás, o motivo pelo qual atribuímos tantas funções ao “faz tudo” é que, em muitas situações, faltam na empresa profissionais especialistas em diversos assuntos.

Dessa forma, ao optar pelo outsourcing de TI, é certo que os seus funcionários terão as características e qualificações necessárias para as suas demandas. Sua equipe será atualizada e você terá um parceiro para te ajudar a acompanhar todas as mudanças de mercado.

Além disso, as atividades e demandas poderão ser distribuídas exatamente de acordo com a expertise de cada colaborador.

Quando você tem especialistas na atividade, a tendência é que o trabalho seja realizado em menos tempo, e isso traduz-se em uma redução dos custos.

4. Aumentar sua segurança

O crescimento de novas tecnologias propõe muitos benefícios, porém abre portas para crackers e hackers, e é importante frisar o quanto isso pode ser danoso para a sua empresa.

Se um concorrente seu tiver acesso a informações e dados altamente estratégicos, por exemplo, isso pode abrir um flanco fatal para o seu negócio.

Portanto, contar com uma empresa ciente das melhores práticas de segurança é como ter um porto seguro nesta era digital. Afinal, saber que o seu negócio não corre risco de ser hackeado ou prejudicado é um alívio essencial para qualquer gestor ou empreendedor.

Conclusão

Então, para concluir, podemos definir o outsourcing de TI como uma prática capaz de economizar recursos e auxiliar às empresas na gestão de suas demandas.

Ao fazer o outsourcing, você conta com profissionais atualizados, especializados e adeptos ao perfil da sua empresa, com o adicional ainda de que você não estabelece vínculos empregatícios ou trabalhistas, que podem ser bastante onerosos.

E, assim, nós ficamos por aqui! Se você gostou do texto, não deixe também de conferir estes outros conteúdos:

Cadastre-se para receber as novidades

Enviando...