Ivory IT

Blog

  • Home »
  • Blog »
  • Metodologias ágeis: como aplicá-las na sua empresa?

Metodologias ágeis: como aplicá-las na sua empresa?

Tecnologia e Inovação - por Fernanda Pinheiro

Metodologia Ágil

Entenda o que é Metodologias ágeis.

Não é novidade que o mercado está cada vez mais competitivo e sujeito a pressões dos clientes para investir em inovações. Daí, a busca por flexibilidade, melhoria na qualidade dos produtos/serviços oferecidos  deram origem à novos metodologias ágeis de trabalho.

Podemos definir metodologia ágil como alternativas à gestão tradicional de projetos. Esse conceito nasceu nas empresas que trabalham com desenvolvimento de software, mas hoje podemos aplica-lo em qualquer tipo de organização.

Como a sua empresa lida com a imprevisibilidade dentro de um projeto? Quais são as políticas utilizadas para preservar a entrega rápida e de alta qualidade de um produto/serviço? Como vocês alinham o desenvolvimento de projetos às necessidades de seus clientes?

Metodologias ágeis são um conjunto de práticas eficazes que permitem a entrega rápida e de alta qualidade de um produto/serviço, alinhando desenvolvimento de um projeto, objetivos da empresa e necessidades do cliente.

Principais metodologias ágeis

Você já ouviu falar em Scrum? Muitas pessoas associam metodologias ágeis apenas à essa framework, porém o Scrum é apenas um subconjunto dessas metodologias, assim como Kanbam, XP, ASD e FDD.

Conheça alguns métodos ágeis e defina o que se encaixa melhor no cenário da sua organização:

SCRUM

O Scrum é uma framework que reúne diversos valores, princípios e práticas a fim de controlar de forma eficaz e eficiente o desenvolvimento de um trabalho, potencializando a equipe que irá trabalhar em prol de um objetivo comum.

O Scrum é um método que divide a execução de um trabalho em ciclos, chamados de Sprints. As Sprints representam o tempo em que um conjunto de atividades devem ser realizadas.

Por exemplo, segundo o Scrum Guide, uma Sprint pode ser dividida entre 2 a 4 semanas. 1 semana é muito pouco para entregar algo funcional, mais que 4 semanas, aumenta muito o risco da entrega.

Imagine que a sua empresa está desenvolvendo um novo produto – não necessariamente um software. Quais serão as suas funcionalidades ?

Pensando no método Scrum, toda a esquipe junta-se para criar o Product Backlog -uma lista resumida, com todas as funcionalidades desejadas para aquele produto. Essa lista, sempre deverá ser ordenada pelas funcionalidades mais importantes para o negócio. Quem faz essa gestão e ordenação dos membros do time é chamado de Product Owner.

Diariamente acontece a Daily Scrum, onde o time de desenvolvimento planeja o que será executado pelas próximas 24 horas com intuito de otimizar a colaboração e a performance da equipe através da inspeção do trabalho desde a última Daily Scrum.

Concorda que o Scrum funciona a partir de interações? Isto é, planejamento de tempos, definição das funcionalidades a serem aplicadas, reuniões diárias para verificar o andamento do projeto e entrega de um produto no tempo extremamente cronometrado e organizado.

Você consegue enxergar todas essas etapas na execução de um projeto dentro da sua empresa? Percebe que quando existe planejamento até os erros são previsíveis? Daí a importância das reuniões diárias  para acompanhar periodicamente as etapas do desenvolvimento do projeto.

Todas essas etapas nem sempre são priorizadas pelos gestores e empresas. Geralmente, são construídos “pedacinhos” separadamente e no momento de “junta-los” que habitualmente ocorre pouco antes da entrega do projeto surge problemas e imprevistos abalando as estruturas da equipe e todas as relações presentes, principalmente empresa-cliente.

Kanbam

Kanbam é uma metodologia de sinalização implementada em 1956 por uma indústria chinesa chamada Toyota.  A ideia do Kanbam é representar um fluxo pré-estabelecido por estágios.

Os estágios mais comuns são : “ a fazer”, “fazendo” e “feito”. Algumas empresas aplicam essa metodologia utilizando um quadro e/ou mural, cartões e/ou post-it. São escritos nos post-it as atividades a serem realizadas e colocados na coluna “a fazer”, conforme o trabalho for evoluindo os post-it são mudados de estágios manualmente.

Hoje, existem diversas ferramentas gratuitas e online que permitem a utilização desse método. Mas é importante deixar estabelecido que o principal objetivo do kanbam é favorecer  a gestão a vista do fluxo e a situação do projeto.

Assim, rapidamente os colaboradores conseguem visualizar o que deve ser feito, permitindo uma maior facilidade de assimilação das informações e transparência sobre o estágio das atividades. Investir em ferramentas que contribuem para comunicação dentro da empresa é sempre uma ótima opção.

Aliar o Kanbam ao método Scrum propicia a cooperação constante e entregas contínuas e frequentes, já que eles contribuem para o gerenciamento das atividades desburocratizando e simplificando os processos.

FDD

A metodologia FDD (Feature-Driven Development) significa desenvolvimento guiado a funcionalidades. O príncipio do FDD é entregar uma peça de software tangível e funcional para o cliente em espaços de tempos regulares.

Esse método gera valor para o cliente, já que periodicamente são apresentados as funcionalidades do sistema solicitado. Pensando na aplicabilidade dessa metodologia à outros nichos de mercado, imagina que você tem uma empresa que faz portas e janelas personalizadas.

Você gastaria 1 mês para concluir o projeto, porém decidiu que ao final de todas as semanas você iria disponibilizar o serviço caso o cliente quizesse verificar como está ficando.

Concorda que essa ação pode favorecer para um relacionamento mais estreito com cliente? Essa relação poderia influenciar em novos projetos, satisfação e indicações. O que você faz para se diferenciar de seus concorrentes?

O cliente é o seu maior inspetor da qualidade, porque não utilizar suas opiniões e sugestões ao favor da empresa?

Conclusão

Todas as metodologias ágeis citadas acima inicialmente foram desenvolvidas por empresas e pessoas que trabalham com desenvolvimento de software, já que é um serviço sujeito a constantes mudanças.

Como um software não é tangível, muitas vezes o cliente inicia-se o projeto com um desejo e ao longo do desenvolvimento ele idealiza outro “produto” final. Daí a importância das metodologias ágeis. Elas vieram para unir a equipe do projeto e integrar o cliente ao desenvolvimento.

Assim, é mais fácil alinhar o que deve ser feito para alcançar a expectativa final do cliente. Mas concorda que todas essas metodologias podem ser utilizadas em qualquer segmento de empresa? Afinal, o principio delas são a desburocratização da comunicação interna.

A falta de uma comunicação eficiente dentro das empresas é um grande problema, impactando diretamente no desenvolvimento de seus produtos/serviços. Por que não aplicar essas metodologias na sua empresa?

Agora, olhando com outros olhos – você como consumidor. Ao optar por um fornecedor, coloque como critério de escolha aqueles que trabalham com alguma metodologia ágil e que estão atentos as novas formas de inovar, principalmente no processo de desenvolvimento do projeto.

Se quiser, pode me enviar um e-mail fernanda.pinheiro@ivoryit.com.br. Será ótimo conversar com você!

Cadastre-se para receber as novidades

Enviando...