Ivory IT

Blog

  • Home »
  • Blog »
  • Big Bang X Small Launch: como lançar um aplicativo?

Big Bang X Small Launch: como lançar um aplicativo?

Tecnologia e Inovação - por Fernanda Pinheiro

Big Bang X Small Launch: como lançar um aplicativo.

Big Bang X Small Launch: como lançar um aplicativo.

Lançar um aplicativo é como iniciar um negócio. É muito trabalho, o planejamento é fundamental e ambos exigem um início forte para definir o ritmo em direção a uma linha de chegada que nunca chega realmente. Por quê? Porque seus objetivos estão em constante evolução a cada novo marco atingido.

Existem dois populares métodos de lançamento para um aplicativo : o Big Bang e o Small Launch. Para descobrir qual deles pode funcionar para sua empresa, vamos comparar alguns exemplos reais.

A grande explosão

A abordagem do Big Bang funciona de maneira semelhante à teoria do Big Bang: você começa com uma ideia única, mas poderosa, que se expande nos bastidores para um aplicativo completo. Você provoca potenciais clientes com promoções sobre sua chegada pendente; e, finalmente, você lança o aplicativo com uma versão massiva destinada a surpreender e estimular os clientes.

A Apple se destaca no lançamento de produtos como um Big Bang. Steve Jobs CEO da Apple, fez palestras para o público de milhões de pessoas anunciando idéias, produtos e invenções. Sua frase “apenas mais uma coisa” foi uma dica para algo grandioso, sinalizando para as pessoas que suas vidas estavam prestes a mudar.

Vantagens do lançamento Big Bang

1. Produto acabado – Quando você lança como um Big Bang, seu aplicativo deve estar 100% pronto para o mundo, com menos esforço necessário para ajustes e alterações após o lançamento. Isso idealmente deixa mais tempo para se concentrar em marketing, vendas e uma estratégia de sucesso.

2. Retorno mais rápido do investimento (ROI) – Você lança para um público que antecipa muito seu produto. Idealmente, isso significa que muitas pessoas vão comprá-lo imediatamente, colocando dinheiro no banco.

3. Buzz Garantido – Como você ficou quieto por tanto tempo, todo mundo estava antecipando o seu próximo movimento, incluindo jogadores da mídia e do setor. Sua grande revelação provavelmente será uma grande notícia.

4. Vantagem competitiva – Sua abordagem silenciosa manteve os concorrentes fora do circuito antes do lançamento e levará algum tempo para recuperar o atraso. Você agora tem uma vantagem competitiva, pelo menos por um tempo.

Desvantagens do lançamento Big Bang:

1. Alto risco – Ao ficar grande, você coloca todos os ovos em uma só cesta. Este é seu único tiro, e se sair pela “culatra”, fazer melhorias ou mudanças significa retornar à estaca zero.

2. Detalhes perdidos – na pressa de deixar tudo pronto e sair pela porta, os detalhes podem ser negligenciados ou considerados sem importância, resultando em um aplicativo que é menos que perfeito, com pouco espaço para crescimento futuro.

3. Compradores de mistério: como você manteve seu aplicativo oculto, você realmente não conseguiu consultar seu público potencial. Você pode pensar que sabe o que eles querem, mas você não pode ter certeza até que o aplicativo esteja realmente em suas mãos.

Por fim, um lançamento do Big Bang só funcionará se você tiver certeza de que seu aplicativo é perfeito, com 100% de adequação ao mercado, marketing incrível e uma base de fãs forte ou um público definido que você tenha certeza que irá compra-lo.

Lançar um aplicativo como um Big Bang é uma opção apenas se você tiver confiança no tamanho do seu público e acreditar que ele se adapta rapidamente à nova ferramenta.

Isso significará ter executado um extenso piloto ou fase de teste; configurar todos os canais de notícias e plugins perfeitamente; e ter organizado uma extensa campanha de marketing acompanhada de um grande evento ou, no mínimo, reunião.

Lançar seu aplicativo é apenas uma etapa de um projeto de longo prazo. Executá-lo efetivamente significa dar aos usuários tempo para se acostumar com sua nova ferramenta.

As taxas de adoção raramente vão de zero a herói. Por mais animado que você possa estar por tudo que um aplicativo pode oferecer, é importante ser realista. Seu aplicativo não é o novo iPhone e, de nove a dez vezes, não é aconselhável que você tente iniciá-lo como se fosse. Paciência, como dizem, é uma virtude.

Small Launch

O Small Launch é um método no qual um aplicativo é lançado antes de ser 100% concluído. Em vez de tentar criar algo perfeito, essa abordagem se concentra em uma ideia básica e, em seguida, desenvolve ao longo do tempo com a entrada de usuários reais.

Este conceito é frequentemente conectado a um MVP, ou produto viável mínimo, “a versão de um novo produto que uma equipe usa para coletar o máximo de aprendizado validado sobre clientes com o mínimo de esforço” (Wikipedia).

O que significa que você lança uma versão da sua ideia que leva menos esforço para produzir e, em seguida, aprimora-a constantemente com base na entrada e nas necessidades de seus usuários.

Facebook, Airbnb e Spotify são três exemplos famosos de empresas que começaram com um MVP.

O MVP do Facebook conectou os alunos e permitiu que eles postassem mensagens. A ideia de redes sociais não era nova – já havia plataformas como Classmates, Friendster e MySpace -, mas a simplicidade da abordagem do Facebook resultou em enorme sucesso.

Todos os recursos que conhecemos e amamos hoje, como curtidas, comentários, compartilhamento, vídeo, eventos e grupos, foram desenvolvidos posteriormente no processo. Aprendizado: seu produto não precisa ser o único a fazer alguma coisa, ele só precisa fazer melhor do que todo mundo.

O conceito inicial do Airbnb era ajudar as pessoas a ganhar dinheiro alugando seus quartos vazios e, ao mesmo tempo, permitindo que os viajantes encontrassem lugares baratos para ficar. Os fundadores da empresa, Brian Chesky e Joe Gebbia, tiveram a ideia depois de terem tido problemas para pagar a renda de São Francisco.

Seu MVP da idéia era fornecer alojamento em seu próprio apartamento. Brian e Joe tiraram algumas fotos de seu loft, criaram uma página da Web simples e logo tiveram três convidados pagantes.

Para melhorar o conceito, o fundador Paul Chesky viveu por um tempo exclusivamente na Airbnbs. Aprendizagem: você tem que comer sua própria comida de cachorro para descobrir como realmente prova.

Spotify é outro desses serviços que aparentemente surgiram do nada para serem rapidamente adorados por quase todas as gerações do mundo ocidental. A ideia era simples: eles queriam construir o melhor serviço de streaming de música.

O MVP deles era uma versão básica de desktop. Somente mais tarde eles desenvolveram seu aplicativo para dispositivos móveis, melhorando seu design e assinando mais e mais artistas. Aprendizagem: concentre-se em seu primeiro recurso principal.

Vantagens de um pequeno lançamento:

1. Dê às pessoas o que elas querem – Você constrói um aplicativo que atenda aos requisitos do seu mercado. O pequeno lançamento foi criado para atender às necessidades de seus clientes potenciais, determinando o que eles são por meio de tentativa e erro. O aplicativo é ágil, permitindo que seja ajustado várias vezes.

2. Conheça seu público-alvo: você cria um aplicativo junto com usuários ansiosos por usá-lo. Ao fazer melhorias com base em suas qualificações, você aumenta a probabilidade de que elas acabem comprando.

3. Seja Usain Bolt – Se você iniciar rapidamente, poderá trabalhar com clientes reais em 4 a 6 meses, em vez de 1 a 2 anos. As necessidades, os concorrentes e os custos mudam rapidamente no mercado de hoje, por isso, mesmo que o seu produto tenha sido inovador há doze meses, o mesmo pode não acontecer hoje.

Ao lançar um MVP, você poderá colocar um aplicativo no mercado relativamente em breve e fazer alterações e ajustes rapidamente.

4. Encontre uma base de fãs – Procure parceiros, canais e investidores o mais rápido possível. Quanto mais cedo você lançar seu aplicativo, mais cedo você poderá fazer isso – afinal de contas, não há nada como algo real para levar as pessoas interessadas a bordo. Isso também se aplica aos seus clientes.

5. Seja social: obtenha um website e use canais sociais. Começar um website e um blog custará quase nada, mas é uma ótima maneira de ganhar impulso mesmo antes de lançar seu MVP.

Ao expandir esses canais, utilizando análises de SEO e exibindo anúncios no Facebook e no LinkedIn, você pode garantir que seu aplicativo seja visível mesmo sem um Big Bang.

6. Reduza seu risco: como não há prazo de entrega difícil, você poderá ajustar seu aplicativo conforme necessário e fazer melhorias infinitamente.

Desvantagens de um pequeno lançamento:

1. Trabalho constante – Leva tempo até que você tenha o aplicativo ideal. E a realidade é que talvez nunca seja perfeito. Veja o Facebook como um exemplo: mesmo depois de quatorze anos, o produto ainda está evoluindo, adicionando novos recursos e expandindo o ciclo do usuário como resultado.

2. Seja Imperfeito – Você terá que lidar com imperfeições e descartáveis. Na verdade, não se surpreenda se seu público odeia seu MVP. Mas isso não é uma desculpa para ser preguiçoso e lançar um aplicativo que não funciona com a expectativa de que o feedback conserte isso.

Seu MVP precisa fornecer valor percebido para que seu público esteja interessado o suficiente para se importar. Se o seu objetivo é lançar um carro, seu MVP precisa, no mínimo, de rodas.

O pequeno lançamento de um aplicativo pode funcionar da seguinte maneira: primeiro você fornece uma versão básica do que talvez aborde um ou dois casos de uso e, em seguida, desenvolva-o seguindo as orientações do feedback regular dos usuários.

Isso obviamente não significa que você não deve colocar nenhum trabalho na configuração antes do lançamento. Ainda há trabalho crucial em coisas como design, os vários canais de notícias e plug-ins práticos. Significa simplesmente que você está sob menor pressão para deixar tudo perfeito de um quadrado.

Além disso, convém limitar o número de idiomas ou locais nos quais você implementa o aplicativo, mantendo os plugins no mínimo, para confirmar que todos os recursos básicos sejam executados corretamente.

Depois de estabelecer uma base estável, você pode começar a oferecer novos recursos, confiante de que seu aplicativo é baseado em uma base sólida. Além disso, os usuários apreciarão e se envolveram com a oportunidade de moldar a nova ferramenta.

Conclusão

Basicamente, a menos que você tenha 100% de certeza de que muitos usuários estejam aguardando ansiosamente pelo seu aplicativo e saiba exatamente o que querem e o que precisam, é melhor começar com uma abordagem Small Launch. Não há vergonha em lançar o aplicativo como piloto ou com apenas um caso de uso. De fato, isso deixa muito espaço para melhorias.

O céu é o limite! Se tiver alguma dúvida ou sugestão o que acha de me enviar um e-mail? fernanda.pinheiro@ivoryit.com.br.

Cadastre-se para receber as novidades

Enviando...